Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


DISPARIDADES


É tão estranho o que em meu peito passa
Bisonho este querer pleno de jaça
Que em sonho nós vivemos nos amando
E acanho-me ao senti-la aproximando
 
Chego a dormir pensando em não querer
Chego a sentir vontade de esquecer
Mas ao sonhar sonho com sua fala
E ao acordar corro para encontrá-la
 
Tanta obstância existe a separar
A nossa ânsia e o ímpeto de amar
Que a dissonância impera em meu pensar:
 
Sinto vontade do que não podemos
Sinto ansiedade pelo que queremos
E até saudade do que não vivemos
 
Oldney Lopes©


Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 13/06/2010

Música: Canon in D - Pachabel

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras