Oldney Lopes

Pensamentos esculpidos em contos, crônicas, mensagens e poemas

Textos


PRECE DE GRATIDÃO

Agradeço à vida pela manhã
Fábrica de sonhos e tempo de orvalho
Preparação do solo
Imaginação de trilhas, estradas, pontes, escadas
Fantasias e quimeras
Jornadas nem sempre possíveis
Alvos quase nunca acessíveis
Riquezas jamais tangíveis
Beijos e toques inocentes
Carinho
 
Agradeço à vida pela tarde
Seara de semeaduras
Tempo de sol intenso, temporais
Suor e cansaço
Buscas e lutas
Dulçores e amarguras
Decepções e realizações
Beijos e toques maliciosos
Paixão
 
Agradeço à vida pela noite
Templo da sabedoria
Tempo de suave brisa
Hora das mais nobres reflexões
Momento da colheita
Descanso merecido
Verdadeiro amor
E o beijo de Deus
 
Agradeço à vida por toda a vida
Por atravessar cada dia
Sabendo converter o travor das vaidades humanas
Na delícia do gosto das maçãs
E por transpor todas as semanas e meses e anos e séculos
Com os pés e a alma nas manhãs
 
E que cada superação ou resignação,
Cada aceitação,
Cada perdão aos semelhantes meus
Seja um beijo
Que a cada dia
Procuro dar em Deus...
 
Oldney Lopes ©


Brumadinho, 03 de março de 2009
Oldney Lopes
Enviado por Oldney Lopes em 03/03/2009
Alterado em 03/03/2009

Música: Luzes da Ribalta - Charles Chaplin

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oldney Lopes - www.oldney.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras